terça-feira, 12 de agosto de 2008

Mais

Bezerra, o Espírito, e seu diário...

Foram meses de espera angustiante para milhares de espíritas de todo o Brasil. Só no Youtube, o primeiro trailler oficial do filme sobre o médico e político cearense Adolfo Bezerra de Menezes teve mais de 86 mil acessos, 144 votos e quase sessenta comentários de aprovação. A estréia de O Médico dos Pobres foi sendo adiada pouco a pouco em quase um ano... Mas finalmente vai sair! Próximo dia 29, com o substancioso apoio da Fox Filmes, 40 cidades de todo o país devem receber, em primeira mão, o tão esperado Bezerra de Menezes, o... o o quê mesmo? "Diário de um Espírito"?! Como assim? O filme agora é baseado em romance mediúnico?! Serão as Memórias Póstumas do Adolfo??? Há pouco mais de duas semanas da aguardada estréia, o Espírito de Arte desvenda o percurso que transformou O Médico dos Pobres n'O Espírito que Escreve. Com a palavra, o diretor e o idealizador do filme!

"O fime seria uma doc-ficção, alternando cenas com personagens e depoimentos de historiadores e pesquisadores. Mas depois de uma exibição teste, optamos por eliminar a parte documental, que vai agora pros extras quando sair em DVD. Então tivemos que fazer uma mudança na estrutura do filme. Pra colocar as novas cenas e eliminar os depoimentos, a solução foi colocar o Bezerra contando a história. Ele passa pela casa, pela infância, é como se fosse um diário mesmo. Isso explica o novo nome. Como o pessoal da Fox também não gostou muito do nome Médico dos Pobres, deu tudo certo!'' (Gláuber Filho, hoje à tarde por telefone)

"Você tem muitos filmes feitos com base em diários, como aquele Diário de Anne Frank, sobre uma judia presa durante a 2ª Guerra. Como são reminiscências da memória do Dr. Bezerra, fica como se fosse mesmo um diário dele. Foi um consenso nosso com a Globo Filmes, que entrou na semana passada, e a Fox Filmes." (Eduardo Girão, hoje à tarde, de Londrina, por telefone)

3 comentários:

Allan disse...

Vá lá que "o médico dos pobres" é tradicional. Mas "diário de um Espírito" é muito melhor!

Anônimo disse...

O título bem que poderia ser : "Bezerra de Menezes:Diário de um Espírita" , com a troca do "o" pelo "a". Com a palavra "espírito" dá-se a impressão de ser um diário de além-túmulo.

Allan disse...

Um diário de além-túmulo não é nem um pouco ruim. Até porque a tônica espírita aqui no Brasil são esses diários!